Início Plantão Barra Prefeitura do Rio realiza encontro inédito da maior bateria do mundo com...

Prefeitura do Rio realiza encontro inédito da maior bateria do mundo com orquestra sinfônica em Copacabana

 

Cinco dias após a grande festa de Réveillon, a Praia de Copacabana será palco de um evento inédito. Realizado pela Prefeitura do Rio, o “Encontro do Samba”, no primeiro sábado (6) do ano, vai reunir a maior bateria já vista no mundo, com mais de mil ritmistas das 13 escolas de samba do Grupo Especial. Uma parte vai sair do Leme e outra do Posto 6, para um encontro marcado no meio da orla de Copa. Ao final do desfile pela Avenida Atlântica, os sambistas se juntarão à Orquestra Petrobras Sinfônica para um show no palco montado em frente ao Copacabana Palace. 

 

“Tenho certeza que esse evento vai surpreender a todos os cariocas e turistas que vão ficar na cidade após o Réveillon. É um encontro inédito do samba com uma orquestra sinfônica nesse cartão-postal que é a Praia de Copacabana”, disse o prefeito Marcelo Crivella.   

 

Idealizado por Abel Gomes, VP de criação e sócio da SRCOM, o evento é uma extensão do Réveillon e faz parte do calendário “Rio de Janeiro a Janeiro”. O inédito encontro de ritmistas com os músicos da orquestra terá a execução de clássicos da MPB como “Aquarela Brasileira” (de Silas de Oliveira) e “Não Deixe o Samba Morrer” (de Edson Conceição e Aloísio Silva). A curadoria musical do evento, que começa às 19h, está a cargo de Guto Graça Mello.

 

“Vai ser um grande espetáculo. Esperamos que as pessoas se deliciem com esse evento inédito”, afirmou Abel Gomes.

 

O palco

O palco que sediará o “Encontro do Samba” será no mesmo ponto onde vai acontecer o Réveillon, mas receberá algumas adequações e alterações, a partir do dia 2 de janeiro. Já a base que reproduz um pandeiro com 20 metros de diâmetro não será modificada.
 
Para esse espetáculo será instalada uma plataforma, ao fundo do palco, onde todos os ritmistas ficarão após o percurso pela orla. A Orquestra Petrobras Sinfônica também terá o seu espaço para entrar em cena logo após a performance dos mestres-salas e porta-bandeiras das agremiações, cantores convidados e intérpretes, representantes de cada escola de samba.
 
 
O grande final será um momento memorável: a Orquestra Petrobras Sinfônica, com 59 músicos, sob a regência do maestro Isaac Karabtchevsky, vai se juntar aos ritmistas mostrando o poder que a música tem em agregar.  “Desde os tempos antigos, a arte popular e a erudita se complementam: o carnaval influenciou Villa-Lobos e este, por sua vez, influenciou Tom Jobim. O ‘Encontro do Samba’ será, com certeza, um festival de sons e cores, tendo a Praia de Copacabana como testemunha, além do componente principal: o público, sempre ardoroso, companheiro de tantos outros eventos”, vibrou o maestro.
 
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here