Início Plantão Brasil Prêmio CNI de Jornalismo divulga vencedores

Prêmio CNI de Jornalismo divulga vencedores


A Confederação Nacional da Indústria (CNI) anunciou nesta quarta-feira, 30 de maio, os vencedores do Prêmio CNI de Jornalismo. Trabalhos veiculados em TVs, jornais, revistas, rádios, sites e blogs concorreram em 13 modalidades diferentes e a R$ 240 mil em valores brutos. Ao todo, 323 reportagens foram inscritas e 32 destacadas entre as finalistas.

 

 

Na categoria jornal o vencedor foi o Correio Braziliense, com a série Profissão perigo, escrita por Ana d’Angelo. Entre as revistas, a vencedora foi Época, com a reportagem Estado Ltda, de José Fucs, Marcos Coronato e Marco Vergotti. Em telejornalismo o primeiro lugar ficou com o Jornal da Globo, que levou ao ar a reportagem Trabalho 2.0, de Fabio Turci de Camargo, Cíntia Borsato, Rodrigo Cerutti, Clarissa Cavalcanti, Kaay Lin, Marcos Politi, Hélio Gonçalves, Fernando Ferro, Raphael Toth e Tatiana Cardoso.

 

 

A Rádio Bandeirantes, de São Paulo, venceu a categoria radiojornalismo com a série A indústria equilibrista, de Chico Prado. Já em internet, o Portal NE-10/JC Online, de Recife, venceu com a reportagem Energia – A hora de renovar, de Inês Calado, Gustavo Belarmino e Juliana de Melo. Todos os ganhadores levaram R$ 20 mil (em valores brutos) cada um.

 

 
A Rádio O Liberal CBN, de Belém, venceu o Regional Norte com a matéria Joias da Amazônia, produzida por Celso Luis Barbosa Freire e José Luis Silva. A TV Jornal-SBT, de Recife, ficou em primeiro lugar entre os concorrentes do Nordeste com a matéria Indústria e inovação, de Antônio Martins e Mônica Carvalho. No Centro-Oeste, a TV Centro América, de Cuiabá, venceu com a série ‘Força econômica’, de Renato Cyrino Rosa, Francisca Medeiros, Belmiro Dias, Rodrigo Gonçalves e Tássia Maciel.

 

 

No Sudeste, o Jornal Comércio da Franca, de Franca (SP), venceu com a matéria Paraguai despeja ilegalmente no Brasil 5 milhões de calçados chineses, de Priscilla Sales da Silva. No Sul, o Jornal Diário Catarinense, de Florianópolis, venceu com a matéria Indústria não tem garantia de energia ou gás para projetos futuros, de Alessandra Ogeda. As reportagens regionais concorreram a R$ 10 mil cada uma.

 

 

O prêmio especial pela melhor reportagem de Inovação ficou com O Estado de S.Paulo, que venceu com a matéria O Brasil que inova, de Renato Cruz. O outro prêmio especial, voltado a Educação, foi entregue à TV Globo pela reportagem do Fantástico intitulada Quem cedo madruga, Felipe Tomaz Santana, André Modenesi, Flavia Varella, Júlio Aguiar, José de Arimatéa e Flávio Lordello. Os prêmios especiais distribuíram R$ 25 mil em valores brutos cada um. O principal vencedor da noite, ganhador do Grande Prêmio José Alencar e de R$ 40 mil, foi o jornal Estado de Minas, pela matéria Sertão Grande, de Paulo Henrique Lobato e Luiz Ribeiro.

 

 

COMISSÃO DE JULGAMENTO – A análise das reportagens finalistas ficou a cargo da Comissão de Julgamento formada pelos jornalistas Beth Cataldo, do Valor Econômico, João Borges, da Globonews, Pedro Dória, de O Globo, José Paulo Kupfer, de O Estado de S.Paulo, pelo professor da Universidade de Brasília (UnB), David Renault, pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), Edson Campagnolo, e pelo presidente executivo do Instituto Aço Brasil,  Marco Polo Lopes..

Conheça os ganhadores da primeira edição do Prêmio CNI de Jornalismo:

Categorias
·        Impresso Jornal
Correio Braziliense, Brasília/DF – Matéria: Série – Profissão perigo – Ana d’Angelo

·        Impresso Revista
Época, São Paulo/SP – Matéria: Estado Ltda. – José Fucs, Marcos Coronato e Marco Vergotti

·        Telejornalismo
TV Globo, São Paulo/SP – Matéria: Trabalho 2.0 (Jornal da Globo) – Fabio Turci de Camargo, Cíntia Borsato, Rodrigo Cerutti, Clarissa Cavalcanti, Kaay Lin, Marcos Politi, Hélio Gonçalves, Fernando Ferro, Raphael Toth e Tatiana Cardoso

·        Radiojornalismo
Rádio Bandeirantes, São Paulo/SP – Matéria: Série – A indústria equilibrista – Chico Prado

·        Internet
Portal NE-10/JC Online, Recife/PE – Matéria: Energia – A hora de renovar – Inês Calado, Gustavo Belarmino e Juliana de Melo

Destaque regional
·        Região Norte
Rádio O Liberal CBN – Belém/PA – Matéria: Joias da Amazônia – Celso Luis Barbosa Freire e José Luis Silva

·        Região Nordeste
TV Jornal, Recife/PE (SBT) – Matéria: Indústria e inovação – Antônio Martins e Mônica Carvalho

·        Região Centro-Oeste
TV Centro América, Cuiabá/MT – Matéria: Série – Força econômica – Renato Cyrino Rosa, Francisca Medeiros, Belmiro Dias, Rodrigo Gonçalves e Tássia Maciel

·        Região Sudeste
Jornal Comércio da Franca, Franca/SP – Matéria: Paraguai despeja ilegalmente no Brasil 5 milhões de calçados chineses – Priscilla Sales da Silva

·        Região Sul
Jornal Diário Catarinense, Florianópolis/SC – Matéria: Indústria não tem garantia de energia ou gás para projetos futuros – Alessandra Ogeda

Especiais

·        Inovação
O Estado de S. Paulo/SP – Matéria: O Brasil que inova – Renato Cruz

·        Educação
TV Globo, Rio de Janeiro/RJ – Matéria: Quem cedo madruga (Fantástico) – Felipe Tomaz Santana, André Modenesi, Flavia Varella, Júlio Aguiar, José de Arimatéa e Flávio Lordello

·        Grande Prêmio José Alencar
Jornal Estado de Minas, Belo Horizonte/MG – Matéria: Sertão Grande – Paulo Henrique Lobato e Luiz Ribeiro

 

 

Fonte:  Diretoria de Comunicação | Sistema Indústria (CNI SESI SENAI IEL)
Tel: (61) 3317-8917 / 9806 / 8905 / 9825