Início Plantão Rio Programa "Rio – estado da bicicleta" capacita professores em educação para o...

Programa "Rio – estado da bicicleta" capacita professores em educação para o trânsito

O programa Rio – Estado da Bicicleta, da Secretaria de Transportes, promoveu, nesta quarta-feira (2/10), a segunda oficina de capacitação de professores da rede estadual sobre a importância da bicicleta como meio de transporte alternativo. A iniciativa faz parte do projeto Pedalando nas Escolas que, em parceria com a Secretaria de Educação, transforma os docentes em multiplicadores da ideia do veículo como opção sustentável e segura de locomoção.

 

 

Durante o encontro, 20 professores de dez municípios das regiões Metropolitana, Centro-Sul, Serrana e Baixadas Litorâneas conheceram a história do trânsito e da bicicleta no Brasil, as normas do Código Brasileiro de Trânsito referentes aos ciclistas, e os projetos do governo do Estado de incentivo ao transporte sustentável. O objetivo é possibilitar que os professores insiram o conteúdo no cotidiano de suas disciplinas, estimulando os cerca de 1400 alunos a optar por meios alternativos nos deslocamentos diários.

 

– Nossa intenção é dar subsídios para que os docentes possam elaborar materiais educativos para trabalhar a questão do trânsito nas escolas. Lançamos um concurso com o tema ‘Pedalando na cidade dos meus sonhos’, para que a comunidade escolar desenvolva um projeto que ressalte os benefícios oferecidos pela bicicleta – disse a coordenadora pedagógica do programa Rio-Estado da Bicicleta, Miriam Calil.

 

Cada escola pode enviar dois projetos à Secretaria de Educação, até o dia 8 de novembro. Os três melhores serão premiados com bicicletas e implementados nas unidades participantes, que passarão por avaliações periódicas de resultado. A cerimônia de premiação ocorrerá em dezembro.

 

Para a professora de Língua Portuguesa, Wanda Castro, do Colégio Estadual Brasil, em Mesquita, é fundamental conscientizar os jovens desde crianças e adolescentes, sobre como lidar com o trânsito.

 

– Precisamos formar condutores mais preocupados não só em cumprir as leis, mas a respeitar o pedestre e o ciclista. E o principal, é que ele conheça seus direitos e saiba como agir quando ele é o pedestre ou o ciclista – afirmou a professora.