Início Cultura Projeto Paradiso será lançado com apresentação inédita no Brasil do Nostradamus Report

Projeto Paradiso será lançado com apresentação inédita no Brasil do Nostradamus Report

O Instituto Olga Rabinovich lança o Projeto Paradiso, que oferece bolsas e mentorias para profissionais do audiovisual, com foco na criação de grandes histórias conectadas com seus públicos. O lançamento do projeto será realizado em evento aberto ao público na segunda-feira (25.03), às 19h, na Unibes Cultural (São Paulo), com participação especial da finlandesaJohanna Koljonen, autora do aguardado Nostradamus Report, que prevê as tendências da indústria audiovisual mundial. A edição 2019, intitulada “Relevância em uma nova realidade” chega ao Brasil antes da apresentação no Festival de Cannes, em maio. A entrada é franca, sujeita à lotação do espaço. É necessária a confirmação pelo: [email protected].

O convite demonstra como o Projeto Paradiso deseja atuar: catalisando interlocuções entre os profissionais do audiovisual – novos ou experientes – e instituições consolidadas no Brasil e no mundo, com o objetivo de alavancar o mercado e contribuir para que grandes histórias possam encontrar seus públicos.

O Projeto Paradiso é inaugurado com foco na formação e capacitação profissional por meio da doação de bolsas. As oportunidades são tanto para novos profissionais em busca de aceleração, quanto para os nomes com mais experiência que desejam renovar os olhares e ferramentas. A iniciativa prevê apoios customizados a projetos em desenvolvimento, cursos, workshops e seminários em duas áreas: roteiro e desenvolvimento e inteligência de audiências.

Para a concessão das bolsas, o Projeto mapeou e estabeleceu parcerias com instituições de referência no Brasil e exterior e financia profissionais brasileiros aprovados nas iniciativas.

Primeiras bolsas – A primeira bolsa internacional consiste em uma maestria em escrita criativa para roteiro audiovisualna Escola Internacional de Cinema e Televisão de San Antonio de los Baños, em Cuba. A segunda oportunidade no exterior será entregue ao lado das Mulheres do Audiovisual e anunciada no lançamento, dia 25.03. A terceira vai contemplar uma iniciativa internacional recém lançada no Festival de Berlim voltada a diretores no seu 3º filme.

 

 

Em 2019, a Incubadora Paradiso de Roteiros, iniciativa lançada na 42ª Mostra Internacional de Cinema, em São Paulo, também ampliará o seu leque de parceiros. A Incubadora oferece apoios e mentorias para roteiristas e produtores, escolhidos entre projetos selecionados pelos mais importantes laboratórios e mercados do Brasil – entre os quais o Mercado de Ideias da Mostra Internacional de Cinema, o BrLab e o Laboratório Novas Histórias SESC-SENAC. O time de mentores já conta com nomes como o roteirista e script consultant britânico Phil Parker (com projetos como a comédia de animação “Wallace & Gromit: A Maldição do Coelhomem”, vencedora do Oscar e do Bafta, e “A Fuga das Galinhas 2”), assim como osdiretores e roteiristas brasileiros Anna Muylaert (“Que horas ela volta?”, melhor filme do público no Panorama/ Berlinale em 2015, e a escolha do Brasil para representar o país no Oscar, em 2016) e André Novais (“Temporada”, vencedor do Festival de Brasília e “Ela volta na quinta”, premiado como melhor filme na Semana dos Realizadores).

Entre as ações iniciais também estão iniciativas voltadas à discussão sobre desenho de audiências e distribuição. Este ano, conjuntamente com o BrLab, traz ao Brasil a segunda edição de um workshop voltado ao desenho de audiências promovido e desenhado em parceria com o Torino Film Lab, um dos mais importantes laboratórios de formação do audiovisual independente do mundo. E organiza, pela primeira vez no país, um seminário internacional realizado com o BrLab, pensado para fomentar a discussão sobre a construção de audiências a partir da experiência de grandes especialistas e iniciativas do Brasil e de fora. Ambos em outubro de 2019.

“Queremos formar e fortalecer uma comunidade de profissionais que trabalham para um audiovisual pulsante, feito de qualidade e alcance, que gera recursos e reforça a presença do talento brasileiro em casa e no mundo. Buscamos as pessoas que, com os apoios certos, exploram e aprimoram todo seu potencial. Talentos que, juntos, colocam a indústria em movimento e fazem o cinema brasileiro mudar de lugar”, afirma Josephine Bourgois, diretora executiva da Instituição.

Nostradamus Report:
Em um contexto no qual a Mostra Internacional de Cinema que tem sido patrocinada pela BR Distribuidora e Petrobrás desde 1999 ainda não tem garantia para 2019; o Cine Arte perde o Patrocínio da Petrobrás a partir de 31 de março e o Belas Artes acaba de perder o patrocínio da Caixa Econômica Federal, o Relatório Nostradamus 2019, do Festival de Goteborg (Suécia), traça o cenário mundial, que também é local.

O relatório intitulado “Relevância numa Nova Realidade” é o sexto da série produzida pela entidade nórdica que analisa anualmente as tendências da indústria audiovisual mundial, num horizonte de três a cinco anos, a partir de extensa pesquisa e entrevistas com players de destaque.

O relatório de 2019 discute o futuro incerto do financiamento público, a reestruturação do mercado de streaming, o papel da sala de cinema na nova cadeia de valores, o futuro do VR (Virtual Reality), e a necessidade da indústria repensar seu discurso e suas práticas em relação à tecnologia.

Johanna Koljonen, convidada especial do lançamento do Projeto Paradiso e autora do relatório, afirma que faz tempo que se fala de mudanças estruturais. “Nos próximos três a cinco anos, veremos que fim levou a reestruturação do mercado de streaming. Será dominado por poucas companhias de tecnologia e majors consolidadas. De que maneira isso irá impactar players locais e linguagens “menores” ainda é incerto. A pergunta para qual todos deverão encontrar repostas passa a ser: como competir quando a concorrência pode te superar em recursos e produzir ótima qualidade de conteúdo? A resposta: só com relevância”.

“De maneira unânime e espontânea, os entrevistados deste ano trouxeram à tona a questão da significância, dos valores e da sustentabilidade. Estamos vivendo tempos onde o financiamento público se tornou ao mesmo tempo mais necessário que nunca e francamente ameaçado. A indústria precisará encontrar maneiras de priorizar suas ações e de comunicar melhor para o público e os parlamentares que o que ela faz é vital.”

A atuação do Projeto Paradiso:

As ações do Instituto foram desenhadas a partir de um diagnóstico do mercado audiovisual no Brasil, realizado ao longo de um ano, por meio de mais de 80 entrevistas com profissionais do setor, representativos dos diversos elos da cadeia produtiva do audiovisual, do país e exterior. Com base no levantamento, os investimentos foram direcionados ao Roteiro e Desenvolvimento e Inteligência em Audiências, áreas vistas como essenciais para o crescimento da indústria a e identificadas como as que mais necessitam de suporte na atualidade.

Roteiro e Desenvolvimento

O investimento nessa fase do processo de criação é fundamental para sustentar o surgimento de grandes obras audiovisuais. Assim o Projeto Paradiso investe na capacitação de roteiristas e produtores criativos, atuantes no mercado, com foco em  projetos ficcionais (longas, séries e animações). Tem o objetivo de aperfeiçoar a qualidade dos roteiros e a sua inserção no mercado audiovisual nacional e internacional, assim como expandir o repertório desses profissionais e a interação entre os mesmos.

 

 

Inteligência em Audiências

O cenário da distribuição está passando por drásticas transformações no Brasil e no mundo, como também mostra o Nostradamus Report,  obrigando a cadeia produtiva como um todo a repensar as suas estratégias. No Brasil, cada vez mais filmes são produzidos (o número de lançamentos nacionais dobrou em dez anos) e encontram janelas de exibição exíguas nos meios tradicionais, enquanto as plataformas digitais surgem como fenômeno disruptivo no cenário.  Nesse contexto o Projeto tem como objetivo gerar conhecimento e capacidade prática, de maneira a fortalecer o desenho das estratégias que buscam conectar as obras audiovisuais com suas audiências. Atua por meio de bolsas destinadas a profissionais com inserção no mercado de distribuição, exibição, inteligência em mercado e marketing, e de incentivos à criação de espaços de discussão qualificada e geração de dados.

 

As oportunidades:

Incubadora Paradiso de Roteiros

A Incubadora coloca roteiros em movimento. Os projetos selecionados recebem uma bolsa no valor total de 30.000 (R$ 5.000 mensal), além de mentorias, doctoring, consultorias em desenho de audiência, incentivos para a inserção no circuito internacional e outros apoios adequados às necessidades de cada projeto. Os participantes ainda são automaticamente selecionados para participar do Workshop de Audience Design com Torino Film Lab, promovido durante o BrLab

 

A seleção é realizada por meio de laboratórios e mercados consagrados do Brasil e exterior, que contemplam projetos de diferentes perfis e fases de desenvolvimento.

 

A iniciativa  piloto do Projeto Paradiso, anunciada na 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, no ano passado, já premiou: “Um Pinguim Tupiniquim”, de Ìndigo, selecionado em parceria com o I Encontro de Negócios do Mercado de Ideias Audiovisuais (Mostra Internacional de Cinema), que tem como mentor Phil Parker. “Incubo”, de Jaqueline M. Souza, escolhida pelo Laboratório Novas Histórias – Programa Sesc e Senac de Desenvolvimento de Roteiros, que tem a mentoria de Anna Muylaert. “Sião”, de Bruno Ribeiro, ganhador do Prêmio Aquisição Vitrine Filmes, da 8ª edição do laboratório BrLab de desenvolvimento de projetos audiovisuais, que conta com a mentoria de André Novais Oliveira. E “Campo Amor Rocha”, de Yuri Peixoto, selecionado por meio de uma parceria com o Laboratório de Cinema do Centro de Narrativas Audiovisuais do Porto Iracema das Artes, o CENA 15, cujo mentor é Aleksei Abib.

 

 

Para a segunda edição do programa, em 2019, o Projeto Paradiso ampliará sua seleção para contemplar até oito projetos no total.

Bolsas Paradiso Talentos do Audiovisual

Bolsas com foco em formações de curta e média duração no exterior, concedidas por meio parcerias pré-estabelecidas. Incluem cursos, laboratórios, workshops e residências que visam, sobretudo, o aperfeiçoamento profissional de profissionais com atuação no mercado. Cobrem as taxas institucionais e o deslocamento de acordo com limites previstos em cada categoria. É garantida uma bolsa por iniciativa mediante aprovação do candidato nos respectivos processos seletivos. A inscrição deve ser feita diretamente com a instituição de ensino, parceira do Projeto Paradiso. Estão divididas em:

– Bolsas Paradiso: Talentos em Roteiro – direcionadas a roteiristas e consultores (script doctor) que buscam aprimorar a formação técnica, nos formatos de narrativas para longas e séries.

Maestria em escrita criativa para roteiro audiovisual  curso de especialização em roteiro com duração de nove meses (6 de aulas presenciais e 3 meses dedicados à elaboração de um roteiro, com tutoria). A maestria, na sexta edição, é dirigida pelo escritor, roteirista, consultor e professor Arturo Arango, roteirista de “El Cuerno de la Abundancia” e “Lista de Espera”, com os quais conquistou o prêmio de melhor Roteiro no Festival de Havana. A turma, com oito alunos, tem início em janeiro de 2020.

A bolsa cobre o valor integral do curso (13.300 Euros) e deslocamento (até US$ 1.000). As inscrições deverão ser feitas diretamente através do site da entidade de ensino. Veja mais informações sobre o curso, pré-requisitos e inscrições nowww.eictv.org/maestrias/en-escritura-creativa-de-guion-audiovisual/

– Bolsas Paradiso: Talentos em Produção Criativa – voltadas a produtores audiovisuais interessados em aperfeiçoar sua capacidade profissional e aprimorar suas habilidades na interlocução entre narrativas e obras.

– Bolsas Paradiso: Talentos em Audiências – dirigidas a produtores, distribuidores, agregadores, exibidores, gestores públicos e outros profissionais que têm como compromisso buscar a conexão entre os filmes e suas audiências.

Estas últimas duas modalidades serão anunciadas no decorrer do ano.

Cursos, workshops e seminários

O projeto promove a construção coletiva de espaços de discussão e formação pautados pelas tendências do debate global e identifica metodologias relevantes para contribuir para o desenvolvimento da indústria audiovisual nacional. Entre as iniciativas estão o Workshop de Audience Design, com o Torino Film Lab e o Seminário internacional, ambos organizados em parceria com o BrLab.

 

 

O Instituto Olga Rabinovich

A brasileira Olga Rabinovich fundou, em 2018, o Instituto que leva o seu nome, com a missão de apoiar de forma filantrópica profissionais, instituições e projetos em dois segmentos. De uma longa experiência pessoal de voluntariado no sistema hospitalar, veio o apoio a projetos na área da saúde e, de seu envolvimento ao longo da vida com o cinema e os diferentes formatos de tela, o apoio ao audiovisual brasileiro.

 

 


Lançamento do Projeto Paradiso

Quando: 25.03, às 19h

Local: Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré – São Paulo)

Entrada franca, sujeita à lotação do espaço.

É necessária a confirmação pelo: [email protected]

www.projetoparadiso.org.br

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here