Início Plantão Rio Qualidade das areias das praias cariocas

Qualidade das areias das praias cariocas

No Diário Oficial do Município desta sexta-feira, dia 30, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC) divulga Boletim de Avaliação Quinzenal sobre a Qualidade das Areias das Praias, relativo ao período de 9 a 23 de abril. Foram consideradas ótimas as areias da Praia de Ramos e de trecho da Praia de Copacabana, na altura da Rua República do Peru.
A SMAC classificou como boa a qualidade das areias de outros dois trechos da Praia de Copacaban, na altura das ruas Barão de Ipanema e Souza Lima; e das praias Vermelha (Urca); do Flamengo; de Ipanema (altura da Rua Paul Redfern e da Praia do Diabo); do Leblon (Avenida Bartolomeu Mitre); e de São Conrado (na altura do antigo Hotel Nacional e na descida dos vôos de asa delta); da Barra da Tijuca (na altura do Condomínio Barramares e da Avenida Ayrton Senna); da Praia da Reserva (Recreio dos Bandeirantes); e da Praia da Imbuca (Ilha de Paquetá).
Foi considerada regular a qualidade das areias das praias da Moreninha (Ilha de Paquetá); da Bica e da Engenhoca (Ilha do Governador); de Botafogo; Central (Urca); do Leme; do Leblon (na altura da Avenida Visconde de Albuquerque); da Barra da Tijuca (Quebra-mar e Pepê); do Recreio dos Bandeirantes (Praia do Pontal e da Macumba); e as das praias de Grumari; de Guaratiba; e Prainha.
Foram consideradas não recomendadas as areias das praias José Bonifácio (Ilha de Paquetá); de Sepetiba e da Brisa (em Sepetiba); e de Ipanema (no Arpoador e na altura da Rua Maria Quitéria).
Conforme resolução número 468, de 28 de janeiro de 2010, a classificação da qualidade (ótima, boa, regular e não recomendada) se baseia na quantidade de coliformes totais e da bactéria Escherichia coli encontrados durante o período nas areias das praias cariocas.

Fonte: Prefeitura do Rio