Início Plantão Rio Reciclagem de caixas de leite ajuda na reforma de casas em comunidades

Reciclagem de caixas de leite ajuda na reforma de casas em comunidades

Foto de internet

 

 

O pedreiro aposentado Carlos Roberto Brunes, 62 anos, participou da construção da ponte Rio-Niterói e da rodovia BR-101, mas a obra que mais senteorgulho de ter feito foi a recém concluída reforma na suíte de casa. O banheiro de 4m², que até pouco tempo não tinha nem água corrente, ganhou teto rebaixado, basculante, pia com armário,box, azulejos e um moderno chuveiro elétrico. Apesar de só usar materiais de qualidade, a obra teve custo baixo. Tudo foi pago com duas mil embalagens de leite longa vida. Isso só foi possível porque o aposentado participa da Feira de Trocas Solidárias, parte do projeto Arquiteto de Família, do Instituto Vital Brazil – em parceria com a Ong Soluções Urbanas e a loja Leroy Merlin de Niterói.

 

O programa que presta assistência técnica habitacional a cem moradores da comunidade Vital Brazil, também em Niterói. Os beneficiados podem trocar embalagens longa vida pela moeda social Trocado Vital. Cada 4 litros em caixas de leite, geleia e leite condensado, equivalem a 1 Trocado Vital. Com esse dinheiro, eles compram materiais de construção, acabamento e decoração para suas casas. Para comprar um espelho de tomada, por exemplo, que equivale a TR$ 5, é preciso juntar 20 embalagens de 1 litro. O valor é estipulado segundo a importância do item para a obra. A maior procura é por tubo, cano, tinta, piso de cerâmica e torneira. Desde sua criação em 2011, já foram arrecadadas 22 mil caixas.

– Sem o projeto não poderia sonhar em ter o banheiro quetenho hoje. Se eu fosse pagar, gastaria mais de R$ 5 mil só commaterial – calcula Brunes.

Sua esposa, a manicure Ilzelina da Conceição Borges, de 54 anos, é a responsável por conseguir as caixas. Ela até já criou uma promoção entre as clientes para conseguir mais embalagens. Só no mês fevereiro a manicure juntou 540 caixas e tem planos paraoutras melhoras na sua casa, como a construção de um terceiro quartoe a ampliação da cozinha.

– O melhor é que nada édado de graça. Preciso correr atrás para conseguir as embalagens e fazer as melhorias aqui em casa. Isso só valoriza o nosso esforço – afirma Ilzelina.

 

Supervisão de arquitetos e engenheiros

A evolução das obras é acompanhada por arquitetos e engenheiros, que sugerem modificações quando necessário. Os projetos priorizam a eliminação de situações que comprometam a saúde e a segurança dos moradores. Práticas comuns na comunidade, como a construção de banheiro próximo ou dentro da cozinha, podem levar a doenças devido à proliferação de bactérias .Por conta da umidade, a ausência de revestimentos também pode levar aproblemas respiratórios. A ação dos arquitetos procura corrigir esses erros.

 

Caixas de leite viram telhas ecológicas

As embalagens longa vida recolhidas na feira são enviadas à empresa Recicoleta, que as transformam em telhas ecológicas. Depois, elas retornam como produto para troca, completando o ciclo de reciclagem. O Instituto Vital Brazil também recebe doações de materiais e embalagens de pessoas físicas.

 

Instituto Vital Brazil – O Instituto Vital Brazil é uma empresa de ciência e tecnologia do Governo do Estado do Rio de Janeiro ligado à Secretaria de Saúde. É um dos 21 laboratórios oficiais brasileiros e um dos três fornecedores de soros contra o veneno de animais peçonhentos para o Ministério da Saúde. Fica na Rua Maestro José Botelho, 64, Vital Brazil, em Niterói.

 

Fonte: Agência Brasil