Início Plantão Rio Reduz o número de vítimas fatais em acidentes de trânsito na Via...

Reduz o número de vítimas fatais em acidentes de trânsito na Via Dutra

 

O número de vítimas fatais em acidentes de trânsito vem caindo gradativamente na Via Dutra. É o que revela o estudo realizado pela CCR NovaDutra, concessionária que administra a rodovia. Os números foram tabulados pelo SOS Usuário, serviço exclusivo da Concessionária para atendimento a motoristas, passageiros e pedestres na rodovia. De acordo com o estudo, no primeiro trimestre de 2012, houve uma redução de 48% no número de vítimas fatais em acidentes na rodovia, em comparação ao mesmo período de 2008.

 

A Via Dutra possui 402 quilômetros de extensão, serve a 36 municípios e é o principal corredor rodoviário entre São Paulo e Rio de Janeiro, duas das capitais mais importantes do País.  Acontecem na rodovia, em média 872 mil viagens por dia, sendo 40% caminhões, 55% automóveis e 5% ônibus.

 

Segundo o SOS Usuário da CCR NovaDutra, no primeiro trimestre de 2008, os acidentes na Via Dutra resultaram em 71 vítimas fatais. Já no mesmo período de 2012, foram registradas 37 mortes nos acidentes ocorridos na rodovia. A redução de vítimas fatais foi observada tanto em ocorrências de acidentes quanto em atropelamentos. Enquanto nos três primeiros meses de 2008 foram registradas 45 vítimas fatais por acidente e 26 por atropelamento, o mesmo período de 2012 registrou 22 vítimas fatais por acidente e 15 por atropelamento. 

 

De acordo com o Diretor de Unidade da CCR NovaDutra, José Herzen Salgado Alves, a redução da violência dos acidentes é objeto de vários esforços da Concessionária. Entre 1996, no início da concessão, e 2011, as ações promovidas pela Concessionária nas áreas de engenharia e de educação, entre outras, permitiram reduzir em mais de 50% o número de mortes por acidentes, passando de 520 fatais, em 1996, para 250, em 2011.

 

“Em 2012, estamos acompanhando uma nova fase no enfrentamento dos acidentes, com nova redução da violência, resultado do investimento maciço em obras, modernização da rodovia, melhorias na sinalização, campanhas de educação de trânsito dentro e fora da rodovia e apoio às ações de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal”, ressalta Herzen, destacando como principais ações a construção de novas passarelas de pedestres e a implantação de radares para o respeito à velocidade estabelecida na sinalização.

 

Em 2008, a CCR NovaDutra implantou 28 pontos de radares fixos na Via Dutra. A ação resultou na redução de 34% na quantidade de vítimas fatais nos meses seguintes. Em 2011, após a segunda etapa de implantação de radares, com 30 novos pontos, a redução foi de 40%. Nos últimos cinco anos, foram implantadas 11 novas passarelas de pedestres. No total, existem 82 passarelas de pedestres ao longo da rodovia. Nos últimos anos foram intensificadas as campanhas de segurança envolvendo motociclistas, pedestres e motoristas em geral.

 

Herzen também ressaltou a importância do Programa Estrada para a Cidadania, que leva noções de educação de trânsito e cidadania aos alunos de escolas municipais de cidades servidas pela Via Dutra. “O mau comportamento do motorista é fator determinante para a ocorrência de acidentes, portanto, a Concessionária leva educação de trânsito às crianças, que vão influir no comportamento dos adultos e serão, em última análise, os cidadãos-motoristas do futuro”. O Programa já abrangeu 497 mil alunos do ensino fundamental e 18.000 educadores. Só em 2012, serão atingidos pelas mensagens do Estrada para a Cidadania 128 mil alunos e cerca de 3,5 mil educadores.

 

Fonte: Assessoria