Início Plantão Brasil Repórteres da “Folha” são revistados em frente à sede do jornal por...

Repórteres da “Folha” são revistados em frente à sede do jornal por “atitude suspeita”

Os repórteres Anna Viriginia Balloussier e Rodolfo Viana, da Folha de S.Paulo, foram abordados e revistados por Policiais Militares (PMs) na noite de quinta-feira (21/1), em frente à sede do jornal. Em relato publicado no site da Folha, os jornalistas informaram que fumavam no parklet quando cerca de 20 jovens passaram correndo. Ao deduzir que se tratava de manifestantes fugindo de um cerco policial, já que era dia de protesto organizado pelo Movimento Passe Livre (MPL) contra o aumento da tarifa, foram apurar o que estava acontecendo.
 
 
 
Segundo os profissionais, o iPhone que usavam para gravar a ação foi considerado uma “arma perigosa” pelos policiais, que os abordaram e pediram para que ajoelhassem com as mãos entrelaçadas para trás e o rosto encostado na parede.
 
 
 
 
“Avisamos que éramos funcionários do jornal e que tínhamos nossos crachás no bolso, o que foi ignorado pelos agentes. O nome deles? Perguntar, a gente perguntou. À toa: não quiserem dizer. Também tentamos filmar a identificação no uniforme, mas eles não facilitaram”, contaram.
 
 
 
 
Ao questionarem o motivo da ação, a policial respondeu que era por “atitude suspeita de vandalismo”. A PM ainda ironizou o fato de Anna estar ofegante. Em seguida, revistou a jornalista e tomou seu celular.
 
 
 
 
“Nós só fomos liberados quando outro funcionário do jornal, questionado pelos agentes, confirmou que éramos jornalistas da Folha. O aparelho foi devolvido, e nós não voltamos a ser incomodados. Já os jovens que corriam da polícia não tiveram a mesma sorte”, acrescentaram.