Início Plantão Rio Representantes do governo da Índia visitam Complexo do Alemão

Representantes do governo da Índia visitam Complexo do Alemão

 

 

Uma comitiva de representantes do governo da Índia visitou, nesta quarta-feira (9/5), o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no Complexo do Alemão, e o Restaurante Popular João Goulart (Jango), em Bonsucesso, ambos na zona norte do Rio. O objetivo foi conhecer o sistema de proteção social básico dado à população do Estado do Rio de Janeiro.

 

O subsecretário de Integração dos Programas Sociais da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, Antônio Claret, contou que o grupo também tem o interesse em saber como os programas do Bolsa Família, Cadastro Único, Renda Melhor e o Carioca se integram de forma positiva.

 

– O Brasil tem um processo muito forte de intercâmbio com a Índia. Esta aproximação com os governos estaduais é importante para que eles possam ter a ideia de como esta cooperação federativa pode também se dar no contexto indiano – explicou.

 

O Centro de Referência da Assistência Social é uma unidade pública estatal localizada em áreas com maiores índices de vulnerabilidade e risco social, destinada ao atendimento socioassistencial de famílias. Atualmente, o Cras do Complexo do Alemão atende cinco mil famílias.

 

O membro da Comissão de Planejamento da Índia, Arun Maira, disse que a mobilização do Estado do Rio de Janeiro em lutar contra a pobreza da população é admirável.

 

– É muito importante trabalhar a favor da população carente. Gostei muito de conhecer os equipamentos que visitei; eles são interessantes – comentou.

 

Durante a visita às instalações do Restaurante Popular João Goulart, a comitiva conheceu os setores de estoque de alimentos, o pré-preparo de carnes, vegetais e cereais, e a cozinha. No local, são servidas diariamente cerca de 3, 5 mil refeições.

 

– É gratificante receber este grupo que tanto quis conhecer o modelo do nosso restaurante, pois eles entendem que esta é uma ação social muito importante. Inclusive, eles querem levar esta ideia para lá. Eles me parabenizaram pelo trabalho, gostaram muito da realização do nosso serviço – comemorou a superintendente de Segurança Alimentar, Cláudia Regina Fernandes.

 

A pesquisadora sênior do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG/PNUD), Radhika Lal, falou que conhecer as experiências brasileiras em relação aos programas sociais é fundamental, pois eles serão discutidos internamente no seu país.

 

– Tudo é bem-vindo quando se diz respeito em ajudar o próximo – finalizou.

 

Fonte: Governo do Rio