Início Plantão Barra Reversível na Sernambetiba, uma saída rápida

Reversível na Sernambetiba, uma saída rápida

Uma opção viável para melhorar o trânsito de saída do Recreio, em direção à Barra da Tijuca, todas as manhãs é a viabilização da pista reversível ao longo da Avenida Lúcio Costa, do começo da Reserva até a Rua Olegário Maciel. A alternativa reduziria os índices de acidente e irregularidades cometidas pelos motoristas.

Em reunião com o Subprefeito da Barra da Tijuca e Jacarepaguá, Tiago Mohamed, no dia 6/5, o presidente da Associação de Imprensa da Barra (AIB), Manuel Lopes, apresentou a proposta da mão reversível no horário de rush, entre 8h e 10h, de segunda à sexta. A prefeitura estuda o projeto criado pela AIB junto com a CET-Rio, a título experimental, na tentativa de melhorar o tráfego no bairro.

Um grupo de moradores, que preferiu não se identificar, afirma que “a pista reversível vai desafogar o trânsito de manhã”. O dono de um quiosque na praia da Reserva, Marcos Vinicius Barreto, vai mais longe e acha que apenas os redutores de velocidade não bastam para evitar os constantes acidentes. “É preciso instalar sinais de trânsito nas travessias de pedestres, pois os motoristas não respeitam as faixas. Durante os engarrafamentos, a coisa fica mais complicada ainda”, revela.

De acordo com os funcionários do quiosque, “a avenida fica engarrafada toda manhã. Os acidentes são quase que diários e fica até difícil para os banhistas chegarem à praia.” Barreto é a favor da criação da pista reversível. “Melhoraria bastante o fluxo de carros, que hoje é muito congestionado”.

Dentre os problemas de velocidade, imprudência dos motoristas, engarrafamentos, ausência de semáforos, existe um que quem circula pela região não saber explicar. Por que as vans da linha Santa Cruz-Castelo trafegam pela Avenida Lúcio Costa ao invés de transitarem pela Avenida das Américas?

Fonte: Margareth Santos