Início Plantão Rio Revitalização das áreas de projetos urbanísticos

Revitalização das áreas de projetos urbanísticos

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, inicia na terça-feira, dia 12/04, pelo Leblon, na Zona Sul, a revitalização de áreas de projetos urbanísticos especiais da cidade. Na quarta-feira, dia 13/04, os trabalhos também começam na Tijuca, na Zona Norte. 
 
O objetivo da realização dos serviços, cuja contratação é no valor de R$ 6.125.323,99 e conclusão prevista em 360 dias, é devolver a essas áreas a manutenção adequada para melhorar a ambiência, garantir maior conforto, segurança e prolongar a vida útil dos equipamentos. No Leblon, as equipes da Coordenadoria Geral de Conservação iniciam os serviços na Avenida Ataulfo de Paiva esquina com Rua Visconde de Albuquerque, em direção ao Jardim de Alah. Na Tijuca, será na Praça Saens Peña, ruas Carlos de Vasconcellos, Soares da Costa e Conde de Bonfim. 
 
Entre as principais intervenções do programa de serviços, que será executado em 360 dias, estão a implantação de 2.455 metros quadrados de pedras portuguesas, de 232 metros quadrados de paralelepípedos e 1.592 metros quadrados de pisos intertravados. Além disso, está prevista a recuperação de 9.304 metros quadrados de base de pavimento, 1.724 metros quadrados de pavimento em paralelepípedos, 2.740 metros quadrados de pedras portuguesas, 1.412 metros quadrados de piso intertravado, 600 metros quadrados de piso em granitina e reassentados 580 metros de meio-fio. 
 
No que se refere aos equipamentos, serão instalados novos 64 protetores de árvore em ferro, 58 protetores do tipo gola, 20 bancos de jardim e 29 mesas de jogos. O programa prevê também a troca de 36 grampos metálicos, seis bicicletários, 82 balizadores, 80 frades de concreto, 350 frades metálicos, 120 quilos de reconstituição de estruturas metálicas e recomposição de 12 metros e 15 módulos de guarda corpos. O trabalho também contará com 4.590 metros quadrados de ares que receberá nova pintura.
 
Os serviços serão realizados ainda no Grajaú e Vila Isabel, na Zona Norte; Catete, Flamengo, Laranjeiras, Botafogo, Copacabana, Ipanema, e São Conrado, na Zona Sul. 

Fonte: Secretaria de Conservação