Início Plantão Rio Rio Criativo leva ecoturismo e cultura brasileira para a Rio+20

Rio Criativo leva ecoturismo e cultura brasileira para a Rio+20

Uma grife que valoriza as raízes africanas e indígenas brasileiras, através do reaproveitamento de tecidos, e um mapa turístico de trilhas ecológicas com aplicativo para celular são algumas das novidades que serão apresentadas no estande do Governo do Estado, no Parque dos Atletas, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. Os projetos integram o programa Rio Criativo, da Secretaria de Cultura, que selecionou 21 empreendimentos inovadores, de 20 setores da economia criativa, para ingressarem em incubadoras de negócios.

 

 

O primeiro mapa de trilhas transmídia do Brasil será lançado durante a conferência. A versão impressa do material apresenta o percurso de 20 trilhas e, com o aplicativo para celulares, será possível ver todas as informações sobre elas na palma da mão. Os mapas serão distribuídos às pessoas que chegarem à cidade.

 

 

– O turista vai escolher a trilha que quer fazer e apontará o celular para o mapa, que possui uma espécie de código de barra para cada trilha. Ele poderá assistir vídeos, ver fotos e ler textos – ressaltou uma das empreendedoras da empresa e-trilhas, Paula Rascão.

 

 

 

A grife Balaco apresentará acessórios e peças conceituais de sua última coleção ‘Tribos do Brasil’, cuja proposta é resgatar a história cultural brasileira. ‘Golas sustentáveis’, além de peças conceituais como um manto coberto de penas de tecido reciclado, inspirado na vestimenta usada pelos índios Tupinambás, e um cocar, com o mesmo material, serão expostos no espaço do governo.

 

 

 

Os acessórios foram confeccionados por um grupo de idosas da cooperativa Retalhos e Bordados. Elas concluíram o manto de 300 penas em dois meses.

 

 

 

– Será uma grande vitrine comercial e poderemos mostrar aos visitantes e participantes da conferência a cara do Brasil sem que o étnico seja estigmatizado – disse a designer da marca, Julia Vidal.

 

 

 

 Para o superintendente de Cultura e Sociedade, Marcos André Carvalho, a Rio + 20 atrairá olhares para empreendimentos do Rio e, por isso, nada melhor do que divulgar projetos inovadores e com apelo mercadológico.

 

 

 

– O Rio de Janeiro é o maior núcleo criativo do País – disse.

 

 

 

Biblioteca Pública do Estado e RIOSOLIDARIO estarão presentes

 

Outro projeto que terá destaque na mostra é o da Biblioteca Pública do Estado, no Centro, que está sendo reformada e se prepara para receber a certificação LEED, por excelência no uso de energia e no design ambiental. A previsão é de que o novo espaço seja inaugurado no fim do ano.

 

 

Um painel explicativo também vai informar aos visitantes o trabalho realizado pela Obra Social do Rio de Janeiro – RIOSOLIDARIO. Entre os projetos em destaque estão a Casa da Princesa (Espaço Integrado de Proteção ao Idoso), que presta assistência especializada, e a Carretinha da Saúde, que atende pessoas atingidas pela hanseníase. A iniciativa ganhou o prêmio ODM Brasil, da ONU.

 

 Fonte: Governo do Rio