Início Plantão Brasil Rio de janeiro apresenta balanço sobre as estações de trem olímpicas

Rio de janeiro apresenta balanço sobre as estações de trem olímpicas

2555454 (598x394)

 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Transportes, e a SuperVia, apresentaram nesta segunda-feira (31/8) o balanço da reforma das seis estações olímpicas. Ao todo, a concessionária está investindo R$ 250 milhões em melhorias nas estações Engenho de Dentro, Magalhães Bastos, Ricardo de Albuquerque, São Cristóvão, Vila Militar e Deodoro. Duas delas serão transformadas em estações de integração multimodal: São Cristóvão permitirá a integração entre trens e metrô e Deodoro entre os ônibus do futuro BRT Transolímpica. A previsão é de que a reforma das estações seja entregue à população até abril de 2016.

 

– São seis estações sendo reformadas, mais a estação de Madureira, que vai ser entregue dando mais conforto ao usuário. Isso também prepara o sistema ferroviário para o desafio dos Jogos Olímpicos e para o futuro. Muito importante que o carioca saiba que nos Jogos ninguém vai chegar de automóvel ou de transporte particular aos estádios – disse o secretário de Transportes, Carlos Roberto Osorio.

 

 

80º novo trem chinês entra em operação no sistema ferroviário

Também nesta segunda-feira, entrou em operação o 80° dos 100 novos trens chineses, com passageiros, no ramal Deodoro. As novas aquisições permitem a oferta de mais de 85% dos lugares em composições com ar-condicionado. Para garantir a segurança dos passageiros, os carros contam com sistema que não permite a abertura de portas durante as viagens e são equipados, ainda, com passagem interna entre os vagões, circuito interno de câmeras, bagageiro e painéis de LED. Cada trem comporta até 1,2 mil passageiros.

 

 

 

O processo de modernização do sistema ferroviário será concluído em 2016, quando os passageiros da SuperVia terão à disposição uma frota 100% refrigerada. Atualmente, mais de 700 mil pessoas usam os trens todos os dias no Rio. A meta é, até 2018, atingir a marca de 1 milhão de passageiros no sistema ferroviário diariamente. 

 

– O Estado entrega o trem número 80, zero quilômetro, com ar-condicionado, que entra em funcionamento hoje no ramal de Japeri. São mais de mil lugares para melhorar o conforto do passageiro. Com a entrada desse novo trem, um veículos antigo será aposentado, ou seja, avanço na melhoria do sistema ferroviário, que é a nossa prioridade – afirmou Osorio.

 

 

 

Modernização da frota

 

A aquisição dos trens chineses faz parte da revitalização do sistema ferroviário do Rio, iniciada em 2012, quando começaram a entrar em circulação os primeiros 30 veículos fabricados na China. Em 2012, o Estado adquiriu mais 60 deles e, no fim de 2013, foi realizada a compra de mais dez, totalizando 100 composições.
 

 

Além disso, está em andamento uma licitação internacional para a compra de mais 12 trens. A concorrência pública segue as normas do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), utilizando o menor preço como critério de julgamento.
 

 

Ainda dentro do plano de modernização da frota do sistema ferroviário, a SuperVia adquiriu novos dez trens, que contam com ar-condicionado, sistema de travamento de portas durante a viagem e capacidade para transportar até 2,4 mil passageiros.
 

 

Balanço das obras:

 

  • São Cristóvão

     

Valor estimado: R$ 141 milhões

Capacidade depois das reformas: 70 mil passageiros

Previsão de entrega: 04/2016

Obras em andamento

· Estrutura metálica do mezanino – montagem em andamento
· Obra civil – instalações – em andamento
· Obra civil, passarelas e rampas – contratado / fundações em execução
· Pilares em concreto passarela de ligação com Metrô – concretados
 

 

  • Deodoro

     

Valor estimado: R$ 40 milhões

Capacidade depois das reformas: 50 mil passageiros

Previsão de entrega: 03/2016
 

Obras em andamento

· Remanejamento das lojas – concluído, entregue para lojistas
· Fundações da cobertura e poço escada rolante – em execução
· Obra civil – em andamento
· Montagem da estrutura metálica – em andamento
· Construção da nova entrada e novas bilheterias concluídas

 

  • Engenho de Dentro

     

Valor estimado: R$ 45 milhões

Capacidade depois das reformas: 80 mil passageiros

Previsão de entrega: 04/2016
 

Obras em andamento:

Demolição das plataformas e muro – finalizado
Fundações do mezanino– em andamento
Estrutura metálica do mezanino– em fabricação
Rampa de acesso Arquias Cordeiro– em andamento
 

 

  • Vila Militar

     

Valor estimado: R$ 8 milhões

Status: Obras iniciadas em 07/2015 com a atividade de remanejamento de interferências ferroviárias.

Capacidade depois das reformas: 20 mil passageiros

Previsão de entrega: 04/2016
 

  • Magalhães Bastos

     

Valor estimado: R$ 7,5 milhões

Status: Obras iniciadas em 08/2015 com abertura do muro e instalação de base para novas coberturas

Capacidade depois das reformas
: 20 mil passageiros

Previsão de entrega: 04/2016
 

  • Ricardo de Albuquerque

     

Valor estimado: R$ 7,5 milhões

Status: Obras iniciadas em 07/2015 com a construção da nova bilheteria e sanitário público.

Capacidade depois das reformas: 20 mil passageiros

Previsão de entrega: 01/2016