Início Plantão Rio Secretaria de Transportes orienta os foliões

Secretaria de Transportes orienta os foliões

Nos dias de Carnaval, os foliões que pretendem assistir o desfile das escolas de samba na Passarela Darcy Ribeiro (Sambódromo) e em outras áreas do Centro deverão ficar atentos às recomendações da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) quanto à escolha pelo transporte público regulamentado no município, para que as viagens transcorram sem problemas. Para os que optarem pelo táxi, a Subsecretaria de Fiscalização (SubF) da SMTR relacionou as características do veículo, cuidados no momento do embarque, e os locais onde será possível encontrar pontos para esta modalidade de transporte, nos acessos ao Sambódromo.
Como identificar táxis regulamentados:
* Todos, tanto os de categoria Convencional como Especial, devem possuir: taxímetro sobre o painel e com lacre do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (Ipem); certificado de vistoria e cartão de identificação de auxiliar de transporte (Ciat), ambos afixados no vidro dianteiro, em local visível; e placa na cor vermelha.
Cobrança de valores:
* Os taxis poderão rodar com o taxímetro marcando a bandeira dois, a partir das 6h de amanhã (5) até o meio-dia da Quarta-feira de Cinzas. Durante o período, o valor cobrado por quilômetro percorrido será de R$ 1,68 e a bandeirada R$ 4,30.
* Para o volume transportado – com dimensões mínimas de 60 cm na maior dimensão e 30 cm nas menores -, poderá ser cobrado o valor de R$ 1,40 (hum real e quarenta centavos), desde que o volume seja manuseado pelo motorista do táxi.
* A cobrança antecipada de tarifas foi regulamentada mediante tabela pré-fixada elaborada pela SMTR para corridas iniciadas somente: na Rodoviária Novo Rio e no Aeroporto Internacional (categoria Convencional e Especial); e Aeroporto Santos Dumont e hoteis de Copacabana, Ipanema e São Conrado (somente categoria Especial), desde que os taxistas estejam enquadrados e correspondam às exigências das respectivas Resoluções da SMTR.
* No momento do embarque, os usuários têm o direito, se assim o quiserem, de conferir as tabelas regulamentadas pela SMTR.
A SubF ressalta que a colaboração da população é importantíssima para que maus taxistas não encontrem espaço para exercerem práticas ilegais, entre elas a cobrança de valores abusivos, sem a utilização do taxímetro. Casos de abuso devem ser denunciados, seja por meio de uma autoridade policial ou um agente de trânsito, pois os taxistas que forem pegos cobrando a corrida no “tiro” ficam sujeitos a sofrer penalidades administrativas, incluindo a máxima delas que significa a cassação da autonomia do permissionário.
Onde encontrar pontos regulamentados:
Lado ímpar da passarela: 
a) Ponto de táxi especial contratado pela LIESA, na Av. Salvador de Sá, dentro da Passarela do Samba no lado direito da via, com vagas dispostas ao longo do meio-fio. 
b) Ponto de táxi convencional, com ou sem “Trânsito Livre”, com 04 (quatro) vagas, na alça de ligação da Rua Frei Caneca para a Av. Trinta e Um de Março, na lateral do Batalhão de Choque da Polícia Militar, no lado direito da via, com vagas dispostas ao longo do meio-fio.
Lado par da passarela: 
a) Ponto de táxi especial contratado pela LIESA, nas seguintes vias: 1° Travessa Pedregais, no trecho entre a Rua Presidente Barroso e a Av. Salvador de Sá, no lado esquerdo da via, com vagas dispostas ao longo do meio-fio; 2° Rua Benedito Hipólito, no trecho entre a Rua Comandante Maurity e a Rua Carmo Neto, no lado esquerdo da via, considerando a direção da primeira para a segunda via, com vagas dispostas ao longo do meio-fio;
b) Ponto de táxi especial não contratado pela LIESA, nas seguintes vias: 1° Rua Laura de Araújo, no trecho entre a Rua Santa Maria e Av. Salvador de Sá, no lado esquerdo da via, com vagas dispostas ao longo do meio-fio; 2° Rua Aníbal Benévolo, no trecho entre a Rua São Martinho e Av. Salvador de Sá, no lado esquerdo da via, com vagas dispostas ao longo do meio-fio.

Fonte: Prefeitura do Rio