Início Plantão Rio Segurança é reforçada perto da casa de Sérgio Cabral

Segurança é reforçada perto da casa de Sérgio Cabral

 

 mani.

 

Na manhã desta sexta-feira, dia 5 de julho, viaturas do 23º BPM (Leblon) e do Batalhão de Choque reforçam o policiamento na esquina da Avenida Delfim Moreira com a Rua Aristides Espíndola, no trecho onde mora o governador Sérgio Cabral. O local foi palco de novo protesto na noite de quinta-feira, dia 4.

 

 

 

Vale ressaltar que na noite de quinta, seis pessoas foram detidas e quatro policiais ficaram feridos durante ação da Polícia Militar para dispersar manifestantes. A corporação afirma que agiu quando pedras foram jogadas contra prédios e PMs. Ativistas negaram a acusação e criticaram a ação violenta da polícia. Prédios vizinhos sofreram com o confronto. Alguns tiveram vidros quebrados e foram pichados.

 

 

 

Dois dias depois de integrantes do movimento Ocupa Cabral, que estavam acampados há 10 dias na esquina do prédio do governador, terem sido expulsos por policiais do 23º BPM (Leblon), cerca de 400 pessoas, entre estudantes, ativistas de vários movimentos sociais, trabalhadores e críticos do governo de Sérgio Cabral voltaram ao local no início da noite desta quinta-feira. Com faixas e cartazes eles gritaram palavras de ordem contra Cabral e cobraram mais transparência nas contas do estado.

 

 

 

Além de PMs do batalhão da área, a segurança foi reforçada por homens do Batalhão de Choque. A Avenida Delfim Moreira chegou a ser fechada nos dois sentidos, assim como a Avenida Niemeyer, no sentido Leblon. De acordo com os policiais, por volta das 22h40 um dos manifestantes jogou uma pedra contra o cordão de isolamento. Outras teriam sido atiradas e atingiram prédios da Rua Aristides Espíndola, o que teria motivado a reação do Batalhão de Choque.

 

 

 

Com balas de borracha, bombas de efeito moral, spray de pimenta e gás lacrimogênio, os militares conseguiram dispersar a multidão pelas ruas do Leblon. Houve tumulto e correria pela orla e ruas do bairro. os moradores da região ficaram muito assustados.