Início Plantão Rio Sexta com trânsito caótico no Rio

Sexta com trânsito caótico no Rio

 

Motoristas enfrentam três quilômetros de congestionamento nos dois sentidos da Rodovia Niterói-Manilha na manhã desta sexta-feira, dia 11. Uma carreta que transportava canos no sentido Manilha bateu em uma passarela por volta da 1h30 da madrugada. A via ainda não foi liberada. Na Avenida Brasil, uma colisão entre um ônibus e uma moto por volta das 6h da manhã, na altura da Penha, interditou uma faixa por duas horas e congestionou a via por cerca de três quilômetros no sentido Centro. Segundo os bombeiros, o motociclista morreu no local. A via já foi liberada, mas o trânsito ainda é ruim até o Viaduto Coelho Neto. Na Linha Vermelha, outro acidente prejudica neste momento o trânsito em direção ao Centro na altura do Batalhão da Maré.

 

 

No acidente da BR-101, o material da carreta caiu na pista e, segundo técnicos da concessionária Autopista Fluminense, um dos pilares de sustentação da passarela foi deslocado. Por isso, o tráfego está interditado nos dois sentidos. O fluxo no sentido Manilha é desviado pela via marginal e há congestionamento entre o km 300 e o km 298. No sentido Niterói, o desviado é feito para o interior de um posto de serviços, com congestionamento do km 296 ao km 298. Opção para os motoristas que vão de São Gonçalo para Niterói ou para a Ponte Rio-Niterói é pegar a Rovodia RJ 104, a Amaral Peixoto.

 

 

A colisão na altura da Penha da Avenida Brasil causa grande transtorno aos motoristas que seguem para o Centro. A retenção chega neste momento ao Viaduto Coelho Neto. A melhor opção para os motoristas em direção ao Centro era seguir pela Linha Vermelha, mas neste momento a via também apresenta tráfego complicado devido a um acidente na altura do Batalhão da Maré. Uma faixa de rolamento está interditada e os motoristas precisam reduzir a velocidade no trecho. Nas demais vias da cidade, o trânsito segue apenas intenso, com exceção da Radial Oeste, que tem lentidão no sentido Centro, na altura do Maracanã, e na Avenida Ayrton Senna, sentido Orla, na altura da Cidade das Artes.