Início Plantão Rio Táxi Boa Praça

Táxi Boa Praça

Táxis

 

A partir da próxima segunda-feira, dia 5 de março, os passageiros provenientes do setor de desembarque do Terminal 2 do Aeroporto Internacional Tom Jobim poderão ter acesso aos veículos de transporte urbano credenciados por meio do sistema Táxi Boa Praça, entre eles os táxis das categorias convencional e especial, que já atuam no aeroporto e têm vínculo contratual com a Infraero.

O objetivo da medida é organizar o uso da via no setor de desembarque, tendo em vista que o ordenamento dos veículos será junto ao meio-fio em vagas preestabelecidas pelo sistema. Os veículos particulares deverão utilizar o estacionamento do aeroporto. O sistema já está em funcionamento no Terminal 1 desde 24 de janeiro.

 

Fiscalização

A fiscalização dos pontos será feita com base em equipamentos de leitura óptica (OCR) que permitirão identificar as placas dos veículos credenciados no sistema. Quem não estiver credenciado será multado em R$ 85,00, infração média, com perda de 4 pontos na carteira. Fiscais da SMTR, policiais militares, agentes de trânsito da CET-Rio e da Guarda Municipal estarão orientando os motoristas no local, onde 28 placas de regulamentação já foram instaladas. Os próximos pontos que irão receber o sistema Táxi Boa Praça serão o Aeroporto Santos Dumont e a Rodoviária Novo Rio.

O sistema

Com o objetivo de ordenar de forma democrática o acesso aos pontos de táxi regulamentados no município do Rio de Janeiro, a prefeitura criou o Sistema Táxi Boa Praça, por meio do qual os taxistas precisarão se enquadrar em requisitos que servirão como critérios de seleção e avaliação para o uso dos espaços físicos de atuação, o que irá contribuir também para o aprimoramento da qualidade dos serviços que são prestados à população.

 

Os quesitos que definem a vinculação dos permissionários/autorizatários e auxiliares para que possam atuar em um determinado ponto estão associados à qualificação dos operadores e seus equipamentos. Dessa forma, a iniciativa prevê estimular os taxistas a buscarem o constante aperfeiçoamento para que, assim, possam obter melhores oportunidades de trabalho. O Sistema Táxi Boa Praça reúne um conjunto de ações a serem coordenadas pela SMTR, entre as quais o recadastramento via web dos taxistas devidamente regularizados na SMTR e o cadastramento de todos os pontos de táxi do município.

 

 

Os requisitos gerais a serem atendidos pelos taxistas são: estar em dia com todas as obrigações junto à SMTR e ao Detran-RJ; não poderão, a partir do momento em que forem selecionados para um determinado ponto, ter mais de 20 (vinte) pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no prazo de um ano, bem como também não ter o veículo lacrado por infração disposta em decreto municipal; e deverão estar em dia com todos os requisitos específicos para o ponto selecionado. Os critérios de avaliação dos taxistas corresponderão a pontos de 01 a 20, levando em conta: tempo de permissão; pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH); multas disciplinares; ano do veículo; escolaridade; outros cursos; equipamentos; e idiomas.

 

Fonte: Governo do Rio