Início Plantão Rio Técnicos de transportes serão capacitados no Japão

Técnicos de transportes serão capacitados no Japão

A Secretaria de Transportes está enviando funcionários da SuperVia e do MetrôRio ao Japão para participar de cursos de aperfeiçoamento em Gestão Ferroviária e Planejamento de Transporte Urbano Sustentável. A iniciativa, financiada pelo governo japonês, visa melhorar a gestão do sistema de transportes nos países em desenvolvimento.

 

 

Entre os técnicos selecionados estão Michele Santa Ritta Pietsch, da SuperVia, que passará por qualificação em Planejamento de Transporte Urbano Sustentável. O conteúdo inclui a identificação de políticas, programas e projetos de transporte urbano ambientalmente sustentável, com base nos casos japoneses e exemplos de como a tecnologia verde contribui para a economia. Já Daniel Gustavo Gaudêncio Moreira, da SuperVia, e Pascoal Cunha Gomes, do MetrôRio, farão o curso de Gestão Ferroviária, que aborda desde a gestão e operação da empresa ferroviária a planos de segurança, eliminação de problemas e formulação de projetos de melhoria.

 

 

“É fundamental que haja esse intercâmbio com regiões de referência em mobilidade urbana. A Secretaria de Transportes tem convênios com diversos países neste sentido. Fizemos questão de indicar técnicos das concessionárias para absorver o know-how dos japoneses”, explicou o secretário de Transportes, Julio Lopes.

 

 

As capacitações terão início em outubro e terminam em março de 2014. Todas as despesas serão custeadas pelo governo japonês. O intercâmbio vai reforçar ainda mais a parceria entre o governo japonês e a Secretaria de Transportes.

 

 

O convênio permitiu a elaboração de um projeto, financiado pela Agência de Cooperação Técnica do Japão (JICA), de Sistemas Inteligentes de Transportes (ITS), que permite o monitoramento em tempo real da frota de ônibus intermunicipais na Região Metropolitana do Rio.

 

 

O Japão é um dos ícones de gestão metroferroviária no mundo, não só no desenho e planejamento, mas também em financiamento e desenvolvimento de tecnologias. Só na região da grande Tóquio, existem 48 empresas metroferroviárias, 2 mil estações e mais de cinco mil quilômetros de linha ferroviária.

 

Governo do Rio