Início Plantão Rio Terror no Rio

Terror no Rio

As cenas de terror vividas na cidade do Rio de Janeiro no último sábado (18/10) entram para a história da cidade como um dos ataques mais violentos do país, pela primeira vez um helicóptero foi abatido por criminosos. Outro ocupante da aeronave que sobreviveu a queda e estava internado morreu nessa segunda-feira (19/10) aumentando o número de vítimas, agora foram três PMS mortos na queda.
Informações do serviço de inteligência afirmam que a ordem dos ataques partiu das penitenciarias de Catanduva e Campo Grande, e que o alvo principal não era tomar o controle na venda de drogas e sim obrigar os bandidos do Morro dos Macacos que reforçavam a Tijuca a retornarem.
Ainda segundo as autoridades novos conflitos poderão acontecer no Morro do Urubu em Pilares, zona norte do Rio, e nas favelas da Casa Branca e do Cruz na Tijuca.
Relembre o episódio:
Sábado (17/10) de caos no Rio, oito ônibus foram incendiados, quatro na comunidade do Jacarezinha, zona norte da cidade, as autoridades acreditam que seja uma forma de desviar a atenção da polícia de uma operação feita na comunidade dos Morro do Macacos, o conflito teria começado na madrugada de sábado (17/10) quando traficantes rivais tentaram tomar o controle do morro.
Um helicóptero da polícia foi alvejado e derrubado por traficantes do Morro dos Macacos, dois polícias que estavam na aeronave não resistiram aos ferimentos e morreram, existem informações que seis pessoas também foram atingidas por balas perdidas no início da madrugada quando estavam voltando para casa.
O trânsito na Avenida Dom Hélder Câmara foi interditado.
Policiais que estavam de folga foram convocados a voltar para os quartéis a fim de reforçar o contingente. 
A violência foi destaque na imprensa internacional, algumas chegaram a questionar a escolha da cidade como sede das olimpíadas 2016.

Fonte: Da Redação