Início Plantão Rio Unicirco traz Jorge Fernando na direção

Unicirco traz Jorge Fernando na direção

A Universidade Livre do Circo — Unicirco Marcos Frota —, com patrocínio da Petrobrás e da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro com o apoio institucional da Odebrecht Infraestrutura e a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, traz ao seu picadeiro um novo espetáculo para a temporada 2012: Unicirco Rock Show. A estreia será no dia 31 de março, às 17h30, na lona armada no Parque Municipal da Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro.

 

 

Uma grande novidade chama atenção nesta nova temporada da Unicirco: a direção e concepção artística de Jorge Fernando, além da volta de Marcos Frota ao picadeiro. Esta fera da dramaturgia traz para o espetáculo uma nova estética e abordagens inéditas em um circo brasileiro. O musical circense, como podemos definir, foi todo montado a partir de trilha sonora 100% original, executada ao vivo pela banda de rock Fleeting Circus. A ideia é inovar, mas sem perder os fundamentos básicos da Unicirco, como a integração da família brasileira e o resgate da cidadania. Unicirco Rock Show pretende receber pessoas de todas as idades e desfazer a imagem de que esta arte é um programa restrito às crianças.

 

“O picadeiro é o pai dos palcos!” afirma Jorge Fernando, que pretende resgatar o público para este tipo de entretenimento.

 

 

Enredo resgata o contato com a natureza

O enredo de Unicirco Rock Show conta a história de Payá, um príncipe guerreiro da tribo indígena Caapuã, que vivia em meio à Mata Atlântica, no coração do Brasil, e sua relação com o espírito do macaco Muriqui, primata da paz, da afetuosidade e do amor. Por meio da alegria e do encantamento, o espetáculo propõe uma reflexão sobre o homem e sua relação com a natureza. Para compor um dos atos, por exemplo, os artistas fizeram um verdadeiro laboratório de como encenar um macaco e fazer um contraponto entre o homem e o animal.

 

 

A ideia surgiu diante do apoio da Unicirco à candidatura do macaco Muriqui— o maior primata das Américas (endêmico da Mata Atlântica) e ameaçado de extinção, com somente 3.400 animais —, como mascote para os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro, lançada pela Eco-Atlântica em parceria com INEA (Instituto Estadual do Ambiente – Rio de Janeiro).

 

 

“É a valorização da cultura, fauna e flora brasileira com muitas cores e adereços misturados com artes cênicas. Uma dobradinha que só foi possível quando aliamos o picadeiro à vasta experiência de Jorge Fernando”, conta Marcos Frota, presidente e fundador da Unicirco.

 

 

Elenco traz jovens descobertos no projeto social da Unicirco

Ao todo, 60 artistas compõem o espetáculo, entre acróbatas, bailarinos, trapezistas, malabaristas, equilibristas, palhaços e músicos. Destes, 80% são instrutores e coordenadores do projeto pedagógico da Unicirco, que realiza audições nas comunidades carentes para descoberta de novos talentos, além de oficinas livres de vivencia e desenvolvimento das técnicas circenses na lona. Os 20% restantes são alunos descobertos pelo projeto e preparados ao longo de 2011. 

 

 

 

Parceria de longa data entre Marcos Frota e Jorge Fernando

Unicirco Rock Show também marca o retorno de Frota ao picadeiro, que foi convidado a participar pelo multifacetado artista e diretor do show, Jorge Fernando. Amigos de longa data trabalharam juntos em 1993, no Grande Circo Popular do Brasil, na época montado ao lado do Museu de Arte Moderna, no Aterro do Flamengo.

 

 

Agora a parceria entre os dois pode ser conferida neste novo projeto, que vem sendo desenvolvido há cinco meses. Em Unicirco Rock Show, Jorge propõe elementos da linguagem teatral adaptados ao picadeiro, a começar pelo cenário — arena de circo com dinâmica de contra regragem e transformação típica dos palcos de teatro.

 

 

Jorge Fernando cresceu no meio artístico e, assim como Frota, é amante do circo, possuindo figuras e objetos desta arte em sua casa. Frota pode ser visto recentemente na reprise da novela Mulheres de Areia. Procurando promover a arte circense em seus personagens na TV, o ator continua no ar com a novela Chocolate com Pimenta, onde interpretou um trapezista. Na carreira de Marcos Frota, em muitos momentos, a arte imita a vida e vice versa.

 

 

A banda traz no seu DNA a paixão pela arte circense. E a menção ao Circo no seu nome remete à infância de seus integrantes, que cresceram dentro deste universo e chegaram a trabalhar no meio.

 

Fonte:  Amanda Wanderley   – Approach