Início Plantão Rio Vale social garante o direito de ir e vir a mais de...

Vale social garante o direito de ir e vir a mais de 100 mil pessoas

 

 

Criado para garantir o acesso gratuito de deficientes físicos e doentes crônicos em transportes públicos em todo o estado, o Vale Social superou a marca de 106 mil beneficiados. O cartão, que é concedido pela Secretaria de Transportes, dá direito a até 60 viagens mensais por modal, incluindo ônibus, barca, trem e metrô, em transportes inter e intramunicipais.

 

 

– Utilizo o passe para andar gratuitamente de barca e ônibus. Moro em Niterói, mas preciso ir, a trabalho, ao centro do Rio durante a semana. Para nós, deficientes, é importante poder contar com embarque gratuito em transportes públicos. Ganhamos em qualidade de vida – afirmou a professora Cinthya Pereira (foto), que conta com o passe livre desde 2007.

 

 

Segundo a coordenadora-geral de Controle e Concessão do Vale Social, Dora Nadja Pereira, a agilidade na concessão do benefício e a realização de convênios com unidades públicas de saúde de referência levaram a um aumento expressivo, na ordem de 48%, nas concessões, tanto para doentes crônicos como para deficientes físicos, auditivos, visuais e mentais.

 

 

Para atender à crescente demanda de pedidos, que chega a 4.500 por mês, o número de unidades de atendimento aos beneficiários está sendo ampliado.

 

 

– Da mesma forma que são planejados projetos de engenharia em prol da ampliação da acessibilidade, é fundamental que a lei que garante o embarque gratuito de deficientes e doentes crônicos nos transportes seja respeitada. Estamos estendendo nossos convênios e parceiros, a fim de aproximar e facilitar ao máximo a retirada do cartão de passe livre para o público beneficiado – disse o secretário de Transportes, Julio Lopes.

 

 

Convênio unificado

Desde 2009, o Vale Social vem sendo unificado aos transportes intramunicipais, beneficiando 12 cidades até o momento: Caxias, Japeri, São Gonçalo, Itaboraí, Vassouras, Nova Iguaçu, Angra dos Reis, Magé, Trajano de Moraes, Belford Roxo, Nilópolis e Maricá. Em breve, serão assinados convênios para que o vale unificado chegue a Mesquita, Niterói, São João de Meriti, Seropédica e Rio Bonito. A proposta é integrar o vale com todos os 92 municípios até 2014.

 

 

Assistência também para a família

– O vale vai ser muito importante para cuidar da saúde da minha filha, que tem paralisia cerebral e é cadeirante. Preciso levá-la frequentemente ao neurologista, que fica em Nilópolis. O passe para acompanhante vai ser muito útil para mim – afirmou a dona de casa Ondina Belidio, mãe de Débora, de 31 anos, que mora em Mesquita.

 

Fonte: Governo do Rio